Povos

Existem inúmeros povos em todo mundo plano, alguns mais comuns, outros ocultos… todos diferentes entre si.

No Guia Básico de Arcânia – Terra-Plana, apresentamos 10 raças jogáveis, em breve apresentaremos outras tantas mais. São elas:

Humanos

Conhecidos como a raça mais inconstante dentre todas as outras, os humanos se espalharam por toda Arcânia. Viajantes e ambiciosos por natureza, eles utilizaram-se de sua engenhosidade para conquistar muitas terras. De simples povos nômades a grandes governantes de impérios, os humanos estão por toda parte e podem ser encontrados com qualquer estereótipo possível.

Anões

Guerreiros natos, grandes construtores e artífices, teimosos por natureza. Uma raça antiga vinda das profundezas da terra e que se mostrou muito resistente à magia e danos físicos. Os Dúgabhar, como é conhecida a raça dos anões das montanhas, são reservados e não são fáceis de conquistar a confiança, mas quando acontece, serão os mais leais entre os amigos. Gostam de comer e beber em quantidade e prezam muito um belo trabalho artístico feito manualmente.

Elfos

Assim como os anões, os elfos são criaturas criadas pela deusa das fadas juntamente com os deuses elementais e da natureza, na Era dos Deuses há milhares de anos. São amantes da natureza e tem uma ligação natural com a magia que permeia todas as coisas do mundo. Os elfos são seres imortais que vivem suas vidas sem a pressa que existe em várias raças e desenvolvem seus talentos com um refinamento inigualável. São raros entre os outros povos, pois preferem uma vida em harmonia com a natureza e estão sempre aprimorando suas artes.

Gnomos

Os gnomos são miúdos seres alegres e divertidos, bem vistos entre todos os povos de boa vontade. Devido ao seu grande conhecimento para as invenções, as magias ilusórias e a alquimia, esta raça é sempre requisitada em muitos lugares. É um povo sábio e curioso, que adora viver nos campos cuidando de seus filhos e da natureza, buscando a expansão constante de seus conhecimentos e cultivam uma boa relação com outros seres feéricos.

Pequeninos

Os pequeninos estão entre os povos nômades de Arcânia. Este pequeno povo vaga pelos reinos vendendo seus serviços e existindo à margem das grandes cidades. Eles vendem de tudo, são grandes comerciantes e para eles uma oportunidade de negócio pode estar em qualquer lugar, desde uma boa venda a um bom roubo. Dividir esta raça entre os trabalhadores honestos e os ladrões oportunistas quase geraria um resultado em duas partes iguais, pendendo para os ladrões. No mais, eles apreciam muitas festas, boa comida e têm um forte interesse para o esoterismo.

Elwins

Os Elwins são provindos do Planeta Elwon. Chegaram a Arcânia durante o período da grande guerra divina, onde Yllandra, a deusa da discórdia, atiçou os deuses uns contra os outros. Seu planeta foi destruído e hoje vivem escondidos e se misturando aos poucos nos reinos da Terra Plana. Há dois tipos de Elwins, os bons e os malignos. Foi fugindo destes Elwins malignos que os Elwins benignos vieram parar em Arcânia. Os bons detêm o poder da vida, enquanto os maus o da morte. Não têm afinidade com magia, pois acreditam que o psiquismo é o verdadeiro dom.

Meio-elfos

Filhos de elfos com humanos, este povo vive à margem de ambas as culturas. No entanto para coexistir na sociedade, aprendeu a socializar com todos os povos, tornando-se um povo simpático e carismático. Não possuem nação própria, mas conseguiram alcançar patamares jamais imaginados devido à sua capacidade nata para lidar com pessoas. Alguns mantêm relações com seus pais, outros são abandonados à própria sorte. A grande maioria passa a vida inteira com o dilema de não pertencer a nenhuma raça, mas às duas ao mesmo tempo.

Kzaelds

Esta raça do subterrâneo são os primos distantes dos elfos da superfície. Foram criados pelo deus da inveja e da escuridão, Kzarius, o Maldito. Amaldiçoados, tal como sua divindade patrona, a constantemente fugir da luz e refugiar-se nas trevas. Malignos, astutos, escravocratas, são verdadeiros assassinos impiedosos. Seus castigos e torturas são conhecidos em todo mundo plano. É bem comum encontrar diversas cicatrizes nos corpos dos kzaelds, pois esses elfos negros têm uma peçonha potente que corre em suas veias e eles fazem cortes em si mesmos para utilizar o veneno mortal contra seus inimigos.

Nuáritas

Os nuáritas foram criados por Hordeum para que guardassem a sua preciosa criação – a natureza. O deus das plantas e animais sabia o quanto era ameaçador o avanço das outras raças e o quanto isso lhe custaria. Hordeum deu perspicácia aos animais e transformou seus corpos para que fossem capazes de erguer suas próprias cidades e assim proteger toda fauna e flora criada por ele. Mas isso foi há muitos anos quando os deuses andavam entre os povos e hoje os nuáritas seguiram seus caminhos e desenvolveram suas culturas e muitos esqueceram sua verdadeira função em Arcânia.

Edutrívicos

Gigantes que viviam em Arcânia na Era dos Deuses e hoje estão quase esquecidos. Grandes e poderosos como os seres divinos. Os primeiros a serem criados pelos deuses. Também chamados Ancestrais por serem tratados como Ancestrais dos humanos, ou os Primeiros Humanos. Sua terra natal foi invadida e devastada. Refugiam-se atualmente em algum local secreto. Raros e quase extintos, lutam para manter a sua espécie.